terça-feira, 9 de setembro de 2008

Muammar Khadafi diz que Obama é muçulmano


"Estão tendo eleições nos EUA agora.Há um candidato negro de origem queniana, um muçulmano, que estudou numa escola islâmica na Indonésia.

Seu nome é Obama.Todo o povo no mundo árabe e islâmico aplaudiu este homem.

Eles lhe agradeceram e rezaram para que tivesse sucesso, e se envolveram em contribuições legítimas de campanha, para fazer com que ele chegasse à presidência americana.

Mas ficamos surpresos quando nosso irmão queniano (que é um cidadão americano), fez declarações que chocaram todos os seus apoiadores no mundo árabe, na África, e no mundo islâmico.

Esperamos que seja apenas uma eleição de "liqüidação", como dizem no Egito. Em outras palavras, mentiras eleitorais.

Como vocês sabem, esta é a farsa das eleições - uma pessoa mente apenas para que votem nele, e depois quando dizem a ele: 'você prometeu isso e aquilo', ele diz: 'isto é apenas propaganda eleitoral'. Esta é a farsa da democracia.

Ele diz: 'Isso foi propaganda e vocês acharam que eu falava sério. Enganei vocês para conseguir votos'.

Alá queira que isso seja apenas propaganda eleitoral."

Chocante:
http://www.youtube.com/watch?v=mZiqexz7aqQ


Além disso,

Irmão de Obama diz que ele é muçulmano

http://www.youtube.com/watch?v=mrATS6o95BI&feature=related

3 comentários:

Russo disse...

Oi Tom, aqui é o Alexei.

Eu costumo ler o seu blog, porque eu gostava da clareza das opiniões que você tinha - mesmo quando eu não concordava com elas.

Agora, nestes últimos posts sobre a campanha eleitoral americana, vai me perdoar, você parece estar ficando cego em sua vontade de defender um lado e atacar o outro.

"Estudou em uma escola islâmica"??? Isso é um defeito??? Cara, alguns retardados usaram as madrassas para lavar o cérebro de uns pobres coitados miseráveis que não tinham o que comer, outros retardados disseram para o mundo que "madrassa = terrorismo" sem estudar nada sobre o assunto, e você comprou a idéia? Uma pesquisa rápida na wikipedia mostra algo bem diferente.

O vídeo do Qadhafi? Cara, ELE afirma que o Obama é muslim. Como ELE sabe? Eu frequentei escolas católicas, isso não faz de mim um católico. Meu pai é russo, isso não faz de mim um ortodoxo russo. Já que você quer dar crédito ao que o Qadhafi fala, porque você não escreve contra Israel, e expõe o Ben-Gurion como mandante do assassinato do Kennedy?

Pelo que pude apurar - e eu não gastei muitos esforços nisso, confesso - o pai do Obama era Muslim, abandonou a família quando o Barack tinha 2 anos de idade, e o padrasto dele, apesar de ser Muslim, aparentemente não era conhecido por ser muito devoto. E a mãe não era Muslim. Leia o artigo da wikipedia sobre ela. Ela era antropóloga, e ensinava os filhos sobre várias religiões.

Enfim, não estou dizendo que o Obama é um santo, eu não acredito mais em santidade nos políticos. Ele mente? Com certeza. Assim como TODOS os outros. A classe política, no mundo todo, e nos EUA em particular, tem se trnasformado em grandes especialistas de marketing, não de representação do povo. Mas isso é uma outra e longa discussão.

Escrevi isto, para levantar a bola de que talvez você deva checar melhor as informações que você usa para seus argumentos.

Grande Abraço!
Alexei

Tom Martins disse...

Oi Alexei!
Obrigado por acompanhar o CG (mesmo discordando dele muitas vezes hehehe...).
Estudar numa madrassa não é "defeito", assim como ser islâmico também não.
O fato é que no capítulo do livro de Obama, "The Audacity of Hope", em que ele discute "My Spiritual Journey" não há nenhuma menção a isso.
E uma pessoa que mente sobre sua própria biografia é, no mínimo, suspeita.
Outra coisa é que no mundo muçulmano simplesmente não há a possibilidade de se optar por outra crença.
Você, como ocidental, vivendo num arremedo de demcracia, ainda teve a liberdade de se distanciar de algumas crenças e se aproximar de outras, escolha que alguém nascido no mundo islâmico não tem.
Evidente que não costumo levar em consideração a opinião de ditadores islamofascistas, mas o discurso do Qadhafi é perfeitamente válido como um indicador do que a alta cúpula islâmica pensa, deseja e/ou prega.
Aqui no blog há um documentário chamado Obsession http://br.youtube.com/watch?v=X2D7_DPhDBo que mostra de maneira equilibrada e séria o perigo que o islamofascismo representa.
Recomendo que todos assistam e reflitam:
O que é melhor para os EUA (e o mundo) neste contexto? E qual deles representa melhor o povo americano?
Um obscuro candidato de nome HUSSEIN que, além de mentir sobre a própria vida, tem ligações com extremistas, um irmão favelado, um passado desconhecido, financiado por todas as grandes fortunas globalistas, pela grande mídia e pela esquerda-caviar novaiorquina?
Ou um veterano ex-prisioneiro de guerra, senador experiente, com propostas de desoneração do contribuinte, e sua vice "Hockey Mom"?

Grande abração!

Tom Martins disse...

Também confira o artigo de Daniel Pipes, "Confirmado: Barack Obama Praticava o Islã"

http://pt.danielpipes.org/article/5405


e principalmente a conclusão:

"Tudo isso importa, porque se Obama já foi muçulmano, ele agora é o que lei islâmica chama de murtadd (apóstata), um ex-muçulmano convertido a uma outra religião que precisa ser executado. Se ele fosse eleito presidente dos Estados Unidos, este status, claramente, teria implicações potenciais enormes para a sua relação com o mundo muçulmano."